Buenos Aires: para decorar a casa e comer bem (dicas finais)

21 Abr

A maior surpresa da viagem foi redescobrir Buenos Aires. Na primeira vez que fui ainda estava na faculdade, fui com meu melhor amigo, gastei todas as minhas economias e voltei com um piercing no nariz para o horror da minha mãe. Voltei com uma calça jeans de boca larguíssima, alfajores Havanna e amizades que duram até hoje. Desta vez eu não fui no Caminito, nem no estádio do Boca Juniors, nem na Calle Florida e até hoje não sei o que são as Galerias Pacífico. Foi uma outra viagem, totalmente diferente. A mochila virou mala, o companheiro é o marido, o albergue virou hotel. E o mais incrível é que a alegria de descobrir coisas novas continuou a mesma.

E ainda rolou uma caça às luminárias para a casa nova. Porque além de ter o melhor doce de leite do mundo, vinhos estupendos e desenhistas maravilhosos, a Argentina é craque no design (para compensar o futebol, desculpe Maradona!). Fomos procurar em mais duas lojas:

L’Ago: Em três endereços, dois na mesma rua. Luminárias pendentes lindíssimas. Quando tem a Feira de San Telmo, vira um deus-nos-acuda, não vá no domingo.

Iluminación Agüero: Saímos do Rio com a indicação de falar com a vendedora Eugenia (que fala português) na loja 1414 da Calle Armenia, mas rodamos e não encontramos o número, será que desapareceu? Fomos na outra loja da mesma rua (Armenia 1954) e vimos luminárias lindas, mas gigantescas. E outro detalhe: não é qualquer uma que você pode comprar não! Em Buenos Aires a voltagem é de 220v, então algumas luminárias podem dar problema.

Uma loja que eu lamentei imensamente ter fechado: Fabro. Não cheguei a conhecer, mas me recomendaram e vi fotos, achei linda. No entanto, chegamos na porta e estava tudo desmontado. E no mesmo dia demos com a cara na porta da Papelera Palermo, chegamos no dia da mudança para o endereço novo na Calle Cabrera 5227. A loja ainda estava sendo arrumada. Fiquei arrasada porque estava crente que ia mergulhar naqueles papéis coloridos e sair que nem um carro alegórico com tubos de papel até o pescoço.

Para meu consolo descobri na Calle Thames a Tintha Stationary. Não era permitido tirar fotos dentro da loja, mas a vendedora muito simpática disse que tinha fotos no site. Comprei dois caderninhos, mas a vontade era de levar a loja inteira. Uma graça!

Agora, se depois das andanças você quer comer bem, em Buenos Aires lugar é que não falta. E olha que éramos uma dupla de vegetarianos no país do bife de chorizo e parrillas famosas! Tivemos algumas das melhores refeições de nossas vidas a um ótimo preço. Os lugares que conhecemos:

Cafe San Juan: do chef Lele. Sentamos no balcão e foi a maior diversão. Estava lotado e ficamos espantados com a rapidez que faziam pratos divinos. De vez em quando subia um fogaréu da panela…espetacular! Depois que os garçons descobriram que éramos brasileiros, foi a maior chacota. Até Lele veio falar conosco, adorei! (Infelizmente falamos portuñol e não entendemos tudo).

878: David Lynch ia curtir, parece um portal para outro mundo. Não tem letreiro, somente uma porta enorme numa rua calma. Comida deliciosa, falam super bem dos drinks, mas fiquei no vinho…sensacional por sinal. Fui ao céu com o Creme Brulée.

Salgado: Fechamos a viagem nesse lugar simpático, garçons atenciosos e comida saborosa. A sobremesa não é o forte, mas a refeição foi impecável. Não preciso falar dos vinhos né? Baco passa as férias na Argentina, só pode.

Vou parar por aqui senão vou ficar discorrendo só sobre comidas por horas. Encontrei dicas valiosas aqui (fora as dicas do pessoal do Hotel Querido, todas incríveis):

Salty Lips

Vegetarianos

Revista TPM

Da próxima vez vou alugar toda a casa do Coppola  e ir com a famiglia. Mentira, não vou não porque fico com medo do Don Corleone dar as caras por lá.

4 Respostas to “Buenos Aires: para decorar a casa e comer bem (dicas finais)”

  1. Tetê 21/04/2011 às 14:32 #

    Não se preocupe, próxima vez o Bonanza aluga a casa do Coppola, leva a famiglia e dá uma coça no Don Corleone se ele ousar aparecer por lá!😛

  2. Ana 21/04/2011 às 14:56 #

    Ahahaha! Bonanza é ótimo, agora pensarei neste caso com mais calma! Viva!!! Bjos!

  3. saleirofilho 22/04/2011 às 18:01 #

    Paulinha, que surpresa! Que bom gosto! Que tudo!
    Sensacional! Que viés jornalístico e com muito bom humor!
    És potencialmente criativa. Fiquei fã!
    Bj,

    • Ana 23/04/2011 às 22:54 #

      Saleiro! Surpresa boa é a sua visita aqui, que maravilha!!! Obrigada pelas palavras de carinho e incentivo, você é uma visita mais que bem-vinda! Bjs!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: