Arquivo | Casa RSS feed for this section

Dicas para uma sempre casa limpa

12 Jan

Gostaria muitíssimo de dizer que descobri a fórmula mágica para deixar a casa arrumada em um segundo, mas na verdade é um conjunto de hábitos para deixá-la sempre limpa.

2011 foi um ano tão bagunçado aqui por conta das obras que decidi : em 2012 vou ter uma vida mais organizada. Acho que todo mundo quer, mas a casa sempre parece um “saco sem fundo”, a arrumação nunca termina.

Para a energia fluir melhor pela casa (eu acredito nessas coisas), descobri umas dicas bem úteis em um blog que eu adoro e recomendo, o Zen Habits:

1- Nunca deixe louça suja na pia: não adianta, ela se multiplica que nem os gremlins. Então, terminou de comer, lave a louça, limpe o balcão e a pia. Tem que virar hábito.

2- Limpe o banheiro ao usá-lo: lave a pia, passe a escovinha no vaso, deixe o chão limpo, tudo bem rápido. São só alguns minutos, mas vai fazer muita diferença.

3- Juntar as coisas espalhadas: a gente sempre vai deixando pela casa objetos que vai usando ao longo do dia. Na minha mesa agora tem um catálogo de móveis, um gnomo, uma bolsa de moedas, uma caixa de metal, uma caixa de óculos…ou seja, nada que estou utilizando agora. Cada coisa tem que ter um lugar para morar e deve ficar nela a maior parte do tempo.

4- Nunca deixe as roupas espalhadas: sou a rainha de começar a juntar um bolinho de roupas no armário ou em alguma cadeira. Se ela pode ser usada de novo, é pendurada no armário antes de ficar amassadíssima. Se está realmente suja, cesto nela! Esses lugares intermediários não podem mais existir.

5- Jogar o lixo fora todos os dias: mesmo que ele não esteja cheio. O lixo orgânico sempre precisa ir embora por conta do cheiro e das mosquinhas chatas que vêm morar perto dele.

6- Arrume um pouco a casa antes de sair, se for possível: eu sei que todo mundo sai de casa correndo, mas se tiver um tempinho, dê uma geral rápida de 5 minutos. Voltar para a casa com tudo arrumado é maravilhoso.

7- Fazer a cama ao acordar: cama desarrumada dá um aspecto de quarto bagunçado, mesmo que o resto esteja arrumado. Antes ou depois do banho, não importa, mas tem que ser antes de você sair de casa.

8- Se livre das pilhas de coisas: sempre tem um cantinho que começa a juntar uma pilha de papéis, livros, cacarecos. Isso tem que ir embora, não deixe esses acúmulos tirarem seu humor.

9- Geladeira sem papéis: eu tenho mania de usar geladeira como lembrete de coisas. Confesso que é meu marido quem tira os papéis dela. Agora nós só temos lembretes fotográficos de amigos que vieram nos visitar, bem melhor! 🙂

10- Deixe as superfícies livres: mesas, balcões, mesinhas…toda superfície plana chama coisas para habitarem em cima dela. Se for um adorno, tudo bem, o problema é quando começam a aparecer diversas coisas aleatórias fazendo aquela confusão. Ponha ordem nesse coreto!

O caos está sempre nos espreitando em uma casa, então o que podemos fazer para minimizá-lo é sempre útil. Que a Santa Martha Stewart da organização nos ajude!

Fonte: Apartment Therapy

Quando a casa cai

14 Set

Às vezes a casa cai, por mais que você tenha cuidado por ela. E o pior, a culpa nem é sua.

Quando o problema é concentrado em um lugar só, é chato. Quando o problema está na base da casa, dá vontade de sair gritando.

Eu devo estar uma chata de galocha só reclamando disso, mas sempre me lembro de uma historinha que ouvi sei-lá-aonde sobre os primatas que berram alertando aos companheiros sobre algum possível perigo.

Bem, meu alerta é para que você não caia na mesma situação que eu. Então, se estiver montando sua casa, cuidado com as arapucas. Eu caí em uma na Casa Fortaleza. Minha história já está devidamente registrada no Reclame Aqui e no Globo. Ainda não acionei o PROCON RJ por estar tentando resolver isso de maneira amigável, mas já ligamos diversas vezes para a responsável alertando que o prazo e a paciência já estão além do limite. Sem poder instalar rodapé, armários e colocar outros móveis, a casa aguarda alguém que a salve.

E o piso soltando todo…

Atualização 20.09.2011

Só depois de acionarmos o Globo, eles mandaram por escrito (sem assinar). Telefonar e falar com os responsáveis não estava adiantando nada. No site do PROCON eu vi que é melhor realmente fazer o contato sempre por escrito. Aqui tem o passo a passo.

Referência: 247982

Estamos providenciando a entrega das colas para os reparos a serem feitos.

Será entregue no dia 21/09, porém o profissional para executar o serviço fica agendado para 26/09.

Att,

Será? A seguir cenas do próximo capítulo…aguardemos (mais uma vez…AAAAHHH).

Atualização 30.09.2011

Com extremo descaso, eles tratam o cliente. Tivemos que ameaçar que estávamos recorrendo à justiça (o que é verdade, eu estava me arrumando para ir no Procon) AOS BERROS (com educação eles não entenderam de jeito nenhum) e os colocadores do piso que até então estavam “sumidos” apareceram magicamente na minha casa. É de chorar.

Reformando a casa – parte 1

7 Jul

Uma coisa que todos sabem: a gente sabe quando a obra começa e não sabe quando ela termina. O custo no final geralmente é maior do que você imaginou, sempre tem um imprevisto: um cano estranho, uma fiação velha, um vazamento que surge…nada animador! Eu não sou expert em obra, não sou arquiteta, nem decoradora, nem engenheira, mas sei aonde dói o bolso.

Contratamos um arquiteto amigo, o Felipe Alves, que foi essencial. Sem a ajuda dele, a obra levaria um século e muitos reais a mais. Fora as soluções, a troca de idéias, enfim…recomendo ter um arquiteto de confiança por perto!

Em algumas coisas tivemos que pesquisar por contra própria, fugir dos malandros que tentavam engordar a conta achando que não iria fazer diferença para a gente, lidar com instaladores que sumiam do mapa. Reformar é uma aventura na selva!

Tivemos que comprar muitas luminárias e lâmpadas, o primeiro orçamento foi feito na Zona Sul…quase caímos para trás. Partimos então para Benfica, na famosa rua dos lustres e qual não foi nossa surpresa de ter a conta reduzida mais do que a metade? Fomos na famosa loja Casarão dos Lustres, mas não achamos uma diferença muito significativa nos preços. Andamos mais um pouco e entramos na Metalustres e nossa compra foi toda feita lá. Santa Economia, Batman!

Para revestimentos e metais, fomos no Shopping Frei Caneca, na Rua Frei Caneca que é o paraíso de quem está reformando a casa. Lá você encontra coisas bem mais em conta também. Fomos direto nessa loja por saber que era de confiança e de rápida entrega. O vendedor Flávio já ficou nosso parceiro e nos atendia com a maior paciência do mundo.

A parte elétrica foi toda feita com a equipe do arquiteto, mas eles sinalizaram que os cabos que vinham do térreo eram antigos e mais finos do que o recomendado. Como era um serviço por fora do escopo da obra, queriam nos cobrar os olhos da cara. Eu e Gui corremos para tentar achar alguém que pudesse fazer isso por um preço mais justo. No final das contas, os amigos dele do trabalho se prontificaram a nos ajudar e passaram o sábado lá trocando essa fiação. Foram muitas aventuras nesse dia, no final todo mundo já azul de fome…partimos para uma super pizza e refrigerante!

Janus, Everton e Alexandre Regis: toda a amizade e carinho demonstrada nesse dia vai ficar para sempre conosco! Nunca vamos esquecer as risadas desse dia e o que vocês fizeram por nós! Obrigada, amigos!!! Vocês foram 1.000!!!

E os espertinhos de plantão que se cuidem, quem tem amigos que sabem das coisas não cai nessas conversinhas! Por essas e outras que coloco essas dicas aqui, para tentar ajudar quem está passando pela mesma coisa. Dona Jura com certeza ia gritar: Não é brinquedo não!

Como a Páscoa e um livro podem mudar sua casa.

25 Abr

A vida pós-Páscoa não á fácil. Primeiro porque você já mergulhou no bacalhau, no pavê da sua tia, no café com biscoitinho (para a digestão) e ao chegar em casa ainda tem um tsunami de chocolate te esperando. Daí me recordo das palavras do vizinho no elevador: As pessoas falam de ano novo, mas é na Páscoa que temos que refletir. Olho o chocolate, olho a casa e as coisas fora do lugar, tomo um chá de camomila e olho minha cintura. Acho que temos muito trabalho por aqui.

Fui olhar a despensa. A Páscoa me fez refletir e ver a qualidade das coisas que eu como. Bisnaga de doce de leite, macarrão, pão, biscoitinhos e chocolate são o hit da cozinha. Tratei de ir no Hortifruti dar um jeito nisso.

O computador estava lento, minha produtividade mais lenta ainda…e o dia passa rápido nas redes sociais. Foco djá! Formatei o computador e aos poucos estou organizando esta ferramenta maravilhosa, tão maravilhosa que você passa o dia inteiro nela sem perceber. Isso também vai mudar.

E a arrumação? Vixe maria, agora o negócio ficou brabo demais. A papelada, as coisas que se multiplicam nas superfícies horizontais…pior que coelho! De pernas pro ar ficamos no feriado e a casa acompanhou o ritmo.

Então essa vai ser a reflexão de Páscoa:

“Procure cercar-se de coisas belas e úteis. Permita a si mesmo livrar-se do restante. Há muitas coisas que só ocupam espaço e acabam por deprimir você.” (Donna Smallin)

Gosto do jeito simples e direto que ela escreve. Tenho o Organize-se e outro que pararam de publicar, uma versão pocket só com dicas rápidas. Bem útil!

Já que a Páscoa representa passagem, melhor recomeçar com a casa mais bonita. Arrumando o lar e algumas atitudes, repensando e colocando em prática o mais rápido possível.

“Comece pela bagunça diária. Faça o que for necessário para cuidar da correspondência, da louça, da lavagem de roupa. Depois arrume o que está fora do lugar.”

Coelho, desta vez me dá uma ajuda na arrumação?

Globos e mapas

28 Mar

Viajar é algo que me fascina imensamente. Quando surge a possibilidade de arrumar uma mala para sair por aí já fico toda alegrinha, seja para Paquetá ou Paris. As lembranças que tenho de viagens sempre me fazem sorrir, mesmo quando alguma sai fora do que estava planejado (o que não é raro). O que fica na memória são as boas coisas e para mim, que sou taurina convicta, as comidas sempre têm destaque. Isso já me deu uma idéia…espetar nos globos o nome da comida que eu mais gostei em um lugar. Ô seleção difícil!

Decorar a casa com globos e mapas serve como lembrete diário de que a qualquer momento você pode escolher um pontinho para conhecer. E daquele pontinho pode surgir um universo de novas possibilidades.

No Apartment Therapy eu encontrei algumas idéias inusitadas.

E no Design Sponge tem uma seleção de decoração com globos e mapas que é de babar!

Loja com globos sensacionais. Tem até um com desenhos do Maurice Sendak.

E para quem tem curiosidade em saber em como são feitos:

Adesivo de Parede

23 Mar

Adesivos de parede bem-humorados dão outro clima para um canto sem-graça. Ainda não tenho nenhum na minha casa, mas fiquei namorando os adesivos da Chispum de Barcelona. Eles são criados por designers e ilustradores. Difícil escolher um só.

Infelizmente não vendem em nenhuma loja no Brasil, mas entrando em contato eles podem enviar pelo correio.

Aqui no Brasil encontrei a I.Stick e como sou apaixonada por baleias, não resisti:

E essa serve como lousa para anotar recados. Achei a cor linda!

O que eu gostaria mesmo é de fazer um adesivo com um desenho meu, assim que fizer, colocarei foto aqui. Enquanto isso vou paquerando de outros autores…

Simples X Simplório

23 Jun

Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado. ~Albert Einstein

Antes mesmo de começar a diminuir drasticamente o número de coisas que tenho, sempre tive uma simpatia pela revista Vida Simples. Folheando, encontrei esta matéria do Eugenio Mussak. A matéria toda é muito boa, mas o que me chamou a atenção foi a diferença entre ser simples e simplório.

Há uma diferença fundamental entre ser simples e simplório. Os simples resolvem a complexidade, os simplórios a evitam. (…)

Ser simples não significa evitar o complexo, abrir mão da sofisticação, negar a profundidade, contentar-se com o trivial.

No final do texto, ele conclui que existem maneiras diversas de ser simples, mas que existem algumas características que são comuns a todos que vivem uma vida descomplicada.

São desapegadas: não acumulam coisas, fazem uso racional de suas posses, doam o que não vão usar mais.
São assertivas: vão direto ao ponto com naturalidade, mesmo que seja para dizer não, sem medo de decepcionar, não “enrolam” nem sofisticam o vocabulário desnecessariamente.
Enxergam beleza em tudo: em uma flor no campo e em um quadro de Renoir; em uma modinha de viola e em uma sinfonia de Mahler; em um pastel de feira e na alta gastronomia.
Têm bom humor: são capazes de rir de si mesmas e, mesmo diante das dificuldades, fazem comentários engraçados, reduzindo os problemas à dimensão do trivial.
São honestas: consideram a verdade acima de tudo, pois ela é sempre simples e, ainda que possa ser dura, é a maneira mais segura de se relacionar com o mundo.

Decidi ser adepta da simplicidade, apesar de não ser fácil! E como disse Geraldine Chaplin de maneira categórica no filme “Fale com Ela”, de Almodóvar: